Caminho de Santiago de Compostela


Andarilhar pela França, Espanha e Portugal.

Caminho de SantiagoPassear … renova o corpo, a mente e o espírito. Navegando pelos livros ou pelos filmes de aventura, descobre-se que há um caminho medieval na Europa, que desde o século IX peregrinos o percorrem para chegar à Santiago de Compostela na Espanha – O Caminho de Santiago de Compostela.

Saindo do Brasil, o passeio ainda é caro, pois a passagem para a Europa é fora do alcance de muitos andarilhos brasileiros.

Caminho de Santiago de Compostela

Aqueduto Vila do CondePorém, a vontade de o caminhar é grande, então vale economizar … e descobrimos que o Caminho de Santiago de Compostela é composto de muitos caminhos, o francês, o inglês e o português e cada um destes com suas variantes. Optamos pelo Português da Costa, é o nosso idioma, trecho curto para iniciantes, além de adequado para sessentões … um ano juntando milhas e a passagem ficou mais próxima do bolso … e assim, foi adquirida em março de 2017.

As passagens aéreas



Viajaremos em julho, pois ainda trabalhamos, então teria que ser nas férias. Porém, quando compramos passagem em março, já não havia voos com assentos econômicos para a volta no fim de julho – então regressamos dia 22, encurtando o nosso tempo nas terras de Camões. Então fica o recado: caso pretenda viajar na alta temporada, sugerimos que as passagens sejam adquiridas, com pelo menos seis meses de antecedência.

Passaporte PeregrinoAssim, com as passagens garantidas … agora é preparar as malas … e o passaporte.

O Passaporte

As malas ainda não … qual é o vencimento de seu passaporte? Saiba que para entrar em Portugal como turista seu documento precisa – segundo o site da Embaixada de Portugal no Brasil – ter validade pelo menos de três meses, ou de seis, caso pretenda prorrogar sua estadia. Os procedimentos tirar seu passaporte estão no site da Polícia Federal.

Falando em documentos … tire o Passaporte Peregrino na Associação de Confrades e Amigos do Caminho de Santiago, localizado na Vila Mariana, em São Paulo. Pois, durante o caminhar – em hotéis, igrejas e estabelecimentos do caminho – o documento é carimbado e é com ele que você recebe seu diploma de peregrino, quando terminar o trajeto, em Santiago de Compostela.

Também, em alguns albergues é exigido o Passaporte Peregrino para que você se hospede.


A Mochila de Caminhada

Catedral de Santiago de CompostelaVoltando à bagagem … primeiro, ela não poderá ter mais que 10% do seu peso. E o que levar? Como viajei no verão, então levei:
– quatro camisetas (uma de manga comprida) fáceis de lavar e secar, porém duas camisetas seriam suficientes. Mangas curtas, compridas ou blusa cavada, deverá ser conforme sua preferência;
– duas calças compridas (2), bermuda ou shorts, de poliéster. Como é frio na aeronave, vesti as duas calças compridas nos voos;
– um casaquinho leve, que usei no avião;
– três pares de meias, levei uma mais grossa, que foi para o lixo, pois não secou durante a noite;
– dois jogos de calcinha e sutiã;
– uma toalha de banho e microfibra que pesa apenas 175 gramas ;
– um chapéu;
– tênis de cano alto, específico para caminhadas longas;

Grampinhos, cremes e saco de dormir

– grampinhos de roupas de varal, pois nem sempre há nos albergues;
– creme de pentear o cabelo (leave-in), que usei principalmente no pés, pois, hidratados, não tive chulé;
Secagem do Bacalhau em Viana do Castelo– pés … micropore, pois de algum ponto ficar sensível, coloque micropore;
– meus remédios, escova e pasta de dentes, creme para o rosto e corpo;
– shampoo – o usei nos cabelos, para lavar roupas e como sabonete;
– saco de dormir, porém, os albergues oferecem lençol e fronha descartáveis;
– cajado e capa de chuva que não usei, pois não precisei;
– celular, carregador e uma bateria, pois com muitas fotos, o celular descarregava;
– além de uma boa mochila.

A sugestão de bagagem, deve ser revista para cada trecho, pois o nossa trilha é bastante povoada e com forte infraestrutura – saímos de Porto, e pela Costa de Portugal seguimos o Caminho de Santiago de Compostela. Logo no início do Caminho passamos pela Vila do Conde, onde há um mural que homenageia as mulheres que trabalhavam na Secagem do Bacalhau.

Dentre os hotéis, apartamentos e albergues que nos hospedamos, o Hotel Casa Grande de Cornide na Espanha, foi um dos mais gratificantes.